Quem garante a qualidade nas construções de estradas, pontes e hidroelétricas e a dos alimentos feitos pelas empresas envolvidas no pagamento de propina a políticos e fiscais?

Usina Jirau, rio Madeira. Foto: EBN Há inquietantes perguntas que ainda não foram respondidas pelas investigações que apuram os escândalos de corrupção envolvendo grandes empresas, parlamentares, funcionários públicos, ministros e até o atual presidente da República, Michel Temer (PMDB – SP). O envolvimento em casos de corrupção afetou a qualidade das obras feitas pelas construtoras, Read More…

Repórteres, temos que explicar ao nosso leitor como funciona o cartel dos postos de combustíveis

Em nenhum outro momento da história do Brasil, com a inflação controlada, os preços dos combustíveis na bomba dos postos oscilaram tanto quanto nos dias atuais. A oscilação se deve à política da Petrobras, que segue os preços do mercado internacional do petróleo, que, dependendo de uma série de fatores, sobem e descem diariamente. Por via Read More…

De quem é o dedo que aperta o gatilho da arma que dispara a bala perdida no Rio de Janeiro?

Quem mata mais no Rio de Janeiro?  As balas perdidas ou o desvio do dinheiro público da saúde, da educação, da segurança e de obras de infraestrutura, praticado pelos bandidos travestidos de deputados na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj)? Para responder essas duas perguntas aos nossos leitores, temos que começar pelo que aconteceu na Read More…

O caso da jovem Kelly, morta por um caroneiro nas estradas mineiras, é uma pesadelo para os pais com filhos viajando pelo mundo

O brutal assassinato da jovem Kelly Cristina Cadamuro, 22 anos, por um caroneiro revive para os pais o pesadelo de saber que os seus filhos andam pelas estradas com desconhecidos ao seu lado. E, para os repórteres nas redações, a certeza que os assassinos de jovens viajantes não estão mais nos postos de combustíveis pedindo Read More…

Por que a lei funciona na Lava Jato e não no caso do homem que ejaculou no pescoço de uma passageira de um ônibus, em São Paulo?

É difícil para o cidadão comum entender que a Justiça que se fortalece e ganha respeito na opinião pública, punindo os corruptores e os corruptos na Operação Lava Jato, é a mesma que mandou para casa Diego Ferreira de Novaes, 27 anos, o homem que  se masturbou e ejaculou no pescoço de uma passageira em Read More…